25 Regras de Engajamento em Social Media

Para que as empresas possam maximizar a oportunidade de estarem dentro das redes sociais, é necessário colocar a tarefa de engajamento nas mãos de representantes qualificados e treinados para fazê-lo de forma eficaz e estratégica. Para ajudar, Brian Solis sugere uma lista com as melhores práticas de orientações baseadas em políticas publicadas e revisadas por ele. Use essa lista como um quadro para fornecer instruções específicas sobre o que fazer e o que não fazer em seus perfis de marca.

1. Definir um tom e uma personalidade que combine como propósito, a missão e as características da marca;

2. As pessoas esperam interagir com outras pessoas, por isso seja agradável, consistente e prestativo;

3. Direcionar as conversações de modo que elas reforcem a personalidade e o valor da marca;

4. Agregar valor a cada engajamento – contribuir para o desenvolvimento e o legado da marca;

5.  Respeitar a todos e também respeitar a comunidade que participam;

6. Certifique-se de respeitar os direitos autorais e praticar e promover o uso adequado de conteúdo;

7.  Proteja as informações confidenciais e proprietárias;

8.  Os perfis empresariais não são para compartilhar pontos de vista pessoais, a menos que reforcem os valores da marca e feitos de acordo com as diretrizes e o código de conduta;

9. Seja transparente e humano, mas também faça isso com base em propostas que gerem valor e soluções;

10. Representar o que deve representar e não ultrapassar seus limites sem autorização prévia;

11. Conhecer e operar dentro dos limites definidos, isso protege a empresa e as pessoas com quem você está se conectando;

12. Saiba quando amplificar ou não as conversas. Não se envolva com trolls ou cair em armadilhas;

13. Mantenha o foco na mensagem que a marca deseja transmitir, alinhada com os objetivos e seu impacto sobre os negócios no mundo real;

14. Não aja de forma desleal com a concorrência;

15. Peça desculpas se for o caso – de acordo com o código de conduta pré-estabelecido;

16.  Assumir a responsabilidade por suas ações;

17. Saber com quem você está falando e o que ele está buscando;

18. Descobrir o máximo possível sobre as intenções que geraram a interação;

19.  Faça consulta para responder sobre questões mais abertas ou pergunte para pessoas mais qualificados a responder;

20. Pratique auto-contenção, algumas coisas não valem a pena compartilhar;

21. Capacitar e qualificar os porta-vozes  para oferecer soluções e resoluções mais rapidamente;

22. Obter a aprovação dos clientes e parceiros antes divulgar seus cases;

23. Aproveite o tempo para interpretar o contexto de uma situação antes de pular logo para a resposta;

24.  O que você compartilhe pode e será usado contra você – A internet tem uma memória de longo prazo;

25. Em caso de dúvida, peça orientação.

Fonte: http://ht.ly/4zHGf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s